Por que tanta pressão para fazer faculdade?

Pergunta

Quantas pessoas se dão bem na vida sem fazer faculdade? Várias! E nunca vi ninguém criticando elas por não fazer faculdade,pelo contrário,você sabe bem de quem to falando,com certeza deve ter aparecido alguém na sua mente.
E a maioria dos cursos de faculdade hoje em dia não garantem emprego,ou seja,você perde sei lá quantos anos da sua vida estudando para no final não exercer sua sonhada profissão,que é o caso de milhões de brasileiros qualificados desempregados.Ou seja,seu diploma não valerá nada se não tiver experiência.

E ainda idolatram quem faz faculdade.“Seu primo faz faculdade de medicina,e você vai fazer o que?´´/“Filho de fulano passou no vestibular e vai cursar engenharia´´.

Só porque fazem faculdade não significa que são melhores do que ninguém.

em progresso 0
Silvana 4 meses 2 Respostas 140 visualizações Estagiário 0

Respostas ( 2 )

  1. Faculdade é subjetiva e muitoooo superestimada, eu entrei no mercado de trabalho de forma autônoma na área de TI, englobando programação back-end e front-end, e fiz uma pequena passagem em um cursinho dentro da faculdade para emitirem meu certificado, não durou nem 3 meses.

    Dito isso, faculdade só é valido se for para alguma profissão tipo, Medicina ou Advogado, fora isso, se seu foco é ganhar dinheiro, o caminho é outro

    Te garanto que se você deixar sua criatividade aflorar e seguir seu caminho, apesar das negatividades que as pessoas impõem sobre você, “Faça faculdade pra ser alguém na vida” bla bla bla, você será tanto de forma pessoal quanto no profissional, um ser humano bem sucedido, NUNCA deixe ninguém ditar a sua vida.

  2. Esta resposta foi editada.

    Bem, na Lista da Forbes, entre os 500 mais ricos do mundo, 33% de todas aquelas pessoas não possuem níveis universitários COMPLETOS.
    Ou seja, uma pessoa com uma boa idéia, vontade de trabalhar e no AMBIENTE CAPITALISTA certo (que NÃO É O CASO DO BRASIL) poderia vir a construir fortunas.

    O Ambiente conta, e o Brasil por muito tempo vive a realidade do Capitalismo de Estado, quando o ideal é o modelo do Free American Enterprise.

    Entretanto, falando da lista da Forbes, não estamos falando de pessoas comuns, mas pessoas que fazem parte de grandes CORPORAÇÕES MUNDIAIS.

     

    Educação é tudo. Vale a pena perseguir a educação superior.
    Os custos de nossas universidades não estão nem perto dos custos astronômicos das Universidades Americanas, por exemplo, aonde não existem faculdades gratuitas.
    Há muito tempo nos EUA a maioria dos estudantes recorre a monstruosos empréstimos estudantis, com juros altíssimos, e que não tem leis de proteção a consumidores justas, como existem para a modalidade de cartão de crédito.

    O Índice de DEFAULT no crédito estudantil é o mais alto entre as outras modalidades de crédito nos EUA, atualmente o déficit em créditos podres dos empréstimos estudantis nos EUA ultrapassou a casa dos 1,5 Trilhões de US$.

    No mundo, quando falamos sobre estás questões, estamos nos referindo aos custos horrendos das universidades americanas e os abusos no sistema de crédito estudantil.

    Os monopolistas no Brasil querem este tipo de mundo no Brasil: o fim de faculdades gratuitas e um horrendo sistema de crédito estudantil para os brasileiros. Vale a pena olhar para fora de nossa Bolha, o Brasil, e perceber o que nos aguarda.

     

     

     

    **

     

    Os empregos foram embora para o Oriente, com o fenômeno do OUTSOURCING, e a partir das malditas políticas econômicas de Bill Clinton, isto ainda nos anos 90, mas prejudicou todo o mundo.

EU PRETENDO DEIXAR AQUI A MINHA RESPOSTA