Respostas ( 3 )

  1. Impossível concordar. Na verdade, isso não faz o menor sentido. O elaborador dessa tabela claramente desconhece conceitos essenciais de economia e história. É claro que nós sabemos como essas coisas surgem… é que é muito fácil acusar um lado de ser isso ou aquilo sem estudar profundamente a essência deles.

    O que seria uma minoria? Uma pessoa com pensamento divergente em um ambiente dominado por pessoas de pensamento homogêneo ainda é uma minoria, ou não? Nisso podemos concordar em ambos os lados podem ser bem intolerantes e extremistas. Não é difícil encontrar pessoas sendo linchadas por “pacifistas”, (vide black lives matter).

    Desde quando o nazismo era composto de supremacistas cristãos? De onde surgiu essa perfídia maldita? No mínimo degradante à imagem da pessoa que escreveu essa balburdia. Não me admira que a tabela não possua nome do autor. Hitler era profundamente envolvido com o ocultismo, com o gnosticismo pagão. De onde acham que a ideia de um “sangue perfeito” herdado pelo povo alemão surgiu? De Jesus Cristo?

    Boa parte dos direitistas e esquerdistas sequer entendem de economia para defender uma posição clara a esse respeito, tanto que vemos alguns deputados do PSL por exemplo defendendo leis trabalhistas (que supostamente advém da esquerda). Nessa questão em especifico, existem inúmeras vertentes: Alguns esquerdistas (socialismo Fabiano ligado a city de Londres como o FHC) defendem um controle gradual da economia… outros a estatização completa dos meios de produção (socialismo marxista/proletário ligado a eurásia, por exemplo), outros advogam pela liberdade econômica total (minarquistas e libertários), e alguns ainda a estatização de setores “estratégicos” (neocons como o Trump e John Bolton). É burrice jogar todo mundo no mesmo buraco.

    Quanto a democracia… bem, Hilary Clinton é democrata (equivalente a esquerdista nos EUA) e ela foi patrocinada pelas elites bilionárias dos EUA. Essa ideia de que a democracia está nas mãos do “povo” ou da “nação” nunca foi tão sem sentido quanto nos tempos atuais.

    Realmente não entendo o que quer dizer liberdade individual para alguns, sem ofensas… tenho liberdade individual se sou forçado a contratar segundo os ditames da CLT? Tenho liberdade individual se disser algo que desagrade alguém? Ou serei “cancelado” como vem ocorrendo com muitos famosos (como a J. K. Rowling, autora de Harry Poter)? Além disso, só pode haver liberdade individual plena quando a lei natural é favorecida em detrimento da lei positivada, ou seja, o indivíduo em prol do coletivo. Como a esquerda pode ser a favor da liberdade individual e do coletivo ao mesmo tempo? Isso é no mínimo uma incongruência estúpida.

    A última linha é a única que perfeitamente faz algum sentido. Os nazistas acreditavam que sua raça era superior e devia se colocar acima das outras. A esquerda nesse sentido realmente se importa mais com o coletivo, excluindo gradualmente o indivíduo (por isso não preza tanto pelas liberdades individuais), bem como o individualismo ser da direita, tendo em vista  que a essência da direita surgiu (ao meu ver) com a formação do liberalismo de John Locke e a constituição americana, profundamente libertária e individualista (lembrando que o individualismo segundo a visão de Ayn Rand é algo bom em si).

  2. This answer is edited.

    Concordo em parte

  3. Concordo e assino em baixo

Escrever uma Resposta

Buscar

Escolha aqui o tipo de vídeo.

Coloque aqui o id do vídeo : https://www.youtube.com/watch?v=sdUUx5FdySs Ex: 'sdUUx5FdySs'.

Resposta anônima