Do ponto de vista juridico os meus parentes da parte de pai teriam o direito de me denunciar ou processar?

Pergunta

Boa noite! Se houver alguém da esfera judiciaria ou mesmo cursando uma faculdade de direito que entenda sobre conflitos familiares que possam vir a me esclarecer uma duvida . A questão é o seguinte sempre fiquei incomodado com o fato de meus parentes da parte de pai ser espíritas , quando eu era criança já não gostava dos assuntos que uma tia (já falecida)  que era espírita sempre gostava de tocar cada vez que encontrava com meus pais . Conforme eu fui crescendo foi ficando cada vez mais nítido as divergências religiosas entre mim e os parentes da parte de pai . Hoje eu tenho 34 anos e sou um católico tradicionalista , seria para mim inconciliável manter uma relação ou mesmo um contato com meus parentes no dia de hoje . Eu me afastei deles quando eu completei os 17 anos de vida pois minha prima trouxe um pessoal do centro espírita na minha casa e eu senti o meu direito de privacidade violado e tive uma discussão com minha prima e desde então me afastei e encerrei qualquer contato com todos os parentes da parte de pai .

Hoje já fazem 18 anos que eu não os vejo e nem sei mais como eles estão , confesso que nesse período que eu me afastei deles eu fui MUITO FELIZ e tive uma PAZ E SOSSEGO que eu jamais teria se eu ainda tivesse tendo contato com eles . Me converti ao catolicismo e estava muito satisfeito com minha condição de vida atual mesmo que para isso eu tive que deixara a parentada para trás . Minha vida melhorou e muito pude experimentar a liberdade religiosa , não precisava mais escutar aqueles assuntos desagradáveis que minha tia e minha prima gostavam de tocar (Uma verdadeira palestra sobre Alan Kardek…. rs) toda vez que a encontrava . Ou seja a vida só melhorou e até no âmbito econômico confesso que o padrão de vida por um longo período enquanto meu pai trabalhava melhorou e muito .

Nunca impedi meus pais nem minha irmã de frequentar a casa do meu tio , eu que simplesmente não quis mais ter contato até porque eu já estava vivendo uma outra fase da minha vida . Estava indo tudo bem até o dia que algum parente revoltado ou inconformado , provavelmente algum tio ou mesmo a minha prima espírita resolveu tentar uma reaproximação e mandou um amigo lá do centro espírita para tentar se reaproximar , como eu não aceitei a reaproximação já supondo o inferno que poderia voltar a ser minha vida novamente eles literalmente começaram a me perturbar . Estou sendo constantemente insultado e ameaçado . Eles me falam que eu sou uma pessoa egoísta e psicopata , e constantemente me ameaçam que vão me denunciar ou até me processar .  Do p0nto de vista jurídico essa gente ou até mesmo meus parentes ressentidos teriam algum motivo ou brecha na lei para me denunciar ou até me incriminar? Se houver alguém aqui da área jurídica que possa me orientar , sei que aqui não é o lugar ideal mas gostaria de uma opinião de alguém da área?

 

em progresso 0
rick 4 semanas 5 Respostas 107 visualizações Aprendiz 1

Respostas ( 5 )

  1. Acho que não tem ninguém por aqui que exerça tal função.

  2. Infelizmente eu não posso ajudar, mas pode ser se alguém que conheça o assunto visite este site. Boa sorte

EU PRETENDO DEIXAR AQUI A MINHA RESPOSTA