Seja Muito Bem Vindo(a) ao Eu Pergunto! Contamos com a sua participação. Faça a Sua Pergunta:

Algumas DICAS de como publicar uma boa pergunta:

- Crie Seu Cadastro. Não é obrigatório, mas é muito aconselhável.
- Comece a pergunta com "O que", "Onde", "Como", etc.
- Certifique-se que a sua pergunta não é ofensiva ou insensível - pode ser banida ou votada negativamente.
- Não use o seu nome real se desejar permanecer anónimo
- Leve algum tempo a escolher corretamente as tags e a categoria da sua pergunta.

Se você encontrar alguma pergunta, resposta ou comentário com conteúdo pornográfico ou ilegal, por favor denuncie. Obrigado!


O site MAIS LOUCO da Internet?? Está aqui: (as 2 últimas confissões)

Por que o calor é produzido quando a proteína UCP1 desacopla a fosforilação oxidativa do transporte de elétrons?

0 votos
39 visitas
Background    

Animais em hibernação e lactentes humanos contêm depósitos de gordura marrom, assim chamada por causa da presença de um grande número de mitocôndrias, o local de transporte de elétrons e da fosforilação oxidativa. Na gordura marrom, com o estímulo adequado, a fosforilação oxidativa e o transporte de elétrons podem ser desacoplados, fazendo com que a energia seja dissipada sob a forma de calor. A proteína responsável pelo desacoplamento é uma proteína da gordura marrom localizada no interior da membrana mitocondrial anteriormente denominada UCP (proteína desacopladora), mas agora referida como UCP1, uma vez que uma segunda proteína de desacoplamento foi descoberta. As experiências anteriores demonstraram que a UCP1 protege contra o frio e está envolvido na regulação do consumo de energia.
 
 A capacidade da UCP1 em estimular o consumo de calorias exclusivamente para a produção de calor levou alguns investigadores a postular que a UCP1 pudesse estar envolvida na regulação do peso corporal. Os cientistas sempre se perguntaram por que algumas pessoas parecem ser capazes de ingerir uma grande quantidade de calorias sem ganhar peso, enquanto outros comem moderadamente, mas são obesas. Os cientistas postularam que as pessoas obesas seriam eficientes "queimadores", ao passo que os seres humanos de peso moderado queimariam calorias de forma ineficiente, liberando uma maior proporção de energia na forma de calor. Mas a função de UCP1 em seres humanos ainda tem sido debatida. Lactentes contêm uma grande quantidade de gordura marrom já em adultos as quantidades são bem mais reduzidas.
 
 A fim de examinar o papel bioquímico da UCP1 mais completamente, camundongos knockout foram geneticamente modificadas de modo a que o gene que codifica para uma determinada proteína estaria ausente. Ao examinar as características de ratinhos knockout, as funções bioquímicas e fisiológicas de uma proteína particular podem ser determinadas. Os investigadores produziram ratinhos UCP1-knockout que não possuem o gene para a proteína UCP1. Eles realizaram experiências utilizando estes ratos conforme descrito abaixo, Os estudos conduziram à descoberta de uma segunda proteína de desacoplamento denominada UCP2. A proteína UCP2 pode desempenhar um papel mais importante na obesidade, uma vez que UCP2 é encontrado em quantidades abundantes no tecido adiposo branco.
perguntou 3 Dez, 2016 em Dietas e Educação Física por Joyce

1 Resposta

0 votos
Porque Jeová quis
respondida 5 Dez, 2016 por Irmã Margarida (1,050 pontos)
Quando uma Testemunha de Jeová chega na porta do céu, Deus apaga as luzes e pede silêncio aos anjos, pra fingir que não tem ninguém em casa.

Perguntas relacionadas

0 votos
0 respostas 34 visitas
0 votos
1 resposta 43 visitas
...